• about me
  • menu
  • categories
  • Emy Teranishi

    Emy Teranishi

    A menina que cresceu sonhando em ir para Hogwarts. Agora, aos 27 anos, só quer descobrir como ser ela mesma num mundo cheio de padrões. Escreve porque os pensamentos transbordam e lê porque os livros são seu refúgio. Mãe de uma menina, dois cachorros e muitos sonhos. Sinta-se em casa e não repara na bagunça, a mudança é constante por aqui ♥

    Se tem uma coisa que aprendi ao longo dos meus anos trabalhando em escritório é: ou você ama ou odeia o excel. Confesso que eu tenho o conhecimento básico e necessário para manter contas e outros dados em ordem, mas com essa ferramenta você tem mil e uma possibilidades. E, como eu aprendi a conviver com ele, criei uma planilha para poder gerenciar todos os livros que eu quero comprar e assim saber qual o valor da minha falência que irei gastar.

    Estava procurando por algo assim?

    Então você chegou ao lugar certo. Venha, não se intimide pelo excel, ele é chato, mas é legal (?). O preenchimento é bem simples. Nele, além de colocar as informações básicas como título, autor(a) e editora, você pode salvar o link de onde encontrou o livro por um preço mais camarada!

    Olha como é o layout dele:
    Como podem ver, ele está bem simpático.
    A primeira coluna (coluna A) possui uma caixinha de seleção, que você pode marcar quando adquirir um livro, assim você também pode ter um controle de quantos livros já comprou e quantos ainda faltam.
    Para salvar o link e não ter que ficar procurando sempre, sigam esses passos, conforme está na imagem acima:
    1) Escreva o nome do site. No meu caso, eu sempre prefiro comprar pelo Amazon. Assim que escrever o nome do site, clique com o botão direito e selecione a opção "hiperlink" na janela que abrir.
    2) Certifique-se de que estará selecionado "página da web" como na imagem.
    3) Copie e cole o link da página nessa barra de endereço. Dê Ok.
    Pronto! Agora é só preencher as outras linhas.
    Ah, eu já deixei os gêneros cadastrados (estão na aba "Dados", caso queiram adicionar algum). Para selecionar um, basta clicar a célula em branco na coluna gênero, vai aparecer a setinha para baixo, ao clicar nela, vai abrir a lista com todos os gêneros pré-cadastrados (mas você também pode escrever o gênero desejado, caso ele não esteja na lista). E também dá pra filtrar as informações e ver livros que sejam apenas de uma editora, por exemplo. É só clicar naquela setinha pra baixo ao lado do título da linha 8 (autor(a), editora, etc).

    Me dá, me dá!

    Gostaram da ideia? Para fazer o download, clique aqui.
    Lembrando que vocês podem alterar conforme a necessidade de cada um. Qualquer problema com o download ou se tiver alguma dúvida, não hesite em entrar em contato, ok? Tamo aqui para se ajudar, né?
    Espero que essa planilha ajude vocês a se organizarem. Eu tenho lista de desejados lá no Amazon, mas ele infelizmente não me deixa saber quantos milhões vou ter que desembolsar pelos livros, hahaha.
    E se por acaso for comprar pelo amazon, você pode comprar pelo link do blog.


    . 21 de jan de 2018 .

    Para Baixar: Uma planilha de Livros Desejados

    popular posts

    . 21 de jan de 2018 .

    Se tem uma coisa que aprendi ao longo dos meus anos trabalhando em escritório é: ou você ama ou odeia o excel. Confesso que eu tenho o conhecimento básico e necessário para manter contas e outros dados em ordem, mas com essa ferramenta você tem mil e uma possibilidades. E, como eu aprendi a conviver com ele, criei uma planilha para poder gerenciar todos os livros que eu quero comprar e assim saber qual o valor da minha falência que irei gastar.

    Estava procurando por algo assim?

    Então você chegou ao lugar certo. Venha, não se intimide pelo excel, ele é chato, mas é legal (?). O preenchimento é bem simples. Nele, além de colocar as informações básicas como título, autor(a) e editora, você pode salvar o link de onde encontrou o livro por um preço mais camarada!

    Olha como é o layout dele:
    Como podem ver, ele está bem simpático.
    A primeira coluna (coluna A) possui uma caixinha de seleção, que você pode marcar quando adquirir um livro, assim você também pode ter um controle de quantos livros já comprou e quantos ainda faltam.
    Para salvar o link e não ter que ficar procurando sempre, sigam esses passos, conforme está na imagem acima:
    1) Escreva o nome do site. No meu caso, eu sempre prefiro comprar pelo Amazon. Assim que escrever o nome do site, clique com o botão direito e selecione a opção "hiperlink" na janela que abrir.
    2) Certifique-se de que estará selecionado "página da web" como na imagem.
    3) Copie e cole o link da página nessa barra de endereço. Dê Ok.
    Pronto! Agora é só preencher as outras linhas.
    Ah, eu já deixei os gêneros cadastrados (estão na aba "Dados", caso queiram adicionar algum). Para selecionar um, basta clicar a célula em branco na coluna gênero, vai aparecer a setinha para baixo, ao clicar nela, vai abrir a lista com todos os gêneros pré-cadastrados (mas você também pode escrever o gênero desejado, caso ele não esteja na lista). E também dá pra filtrar as informações e ver livros que sejam apenas de uma editora, por exemplo. É só clicar naquela setinha pra baixo ao lado do título da linha 8 (autor(a), editora, etc).

    Me dá, me dá!

    Gostaram da ideia? Para fazer o download, clique aqui.
    Lembrando que vocês podem alterar conforme a necessidade de cada um. Qualquer problema com o download ou se tiver alguma dúvida, não hesite em entrar em contato, ok? Tamo aqui para se ajudar, né?
    Espero que essa planilha ajude vocês a se organizarem. Eu tenho lista de desejados lá no Amazon, mas ele infelizmente não me deixa saber quantos milhões vou ter que desembolsar pelos livros, hahaha.
    E se por acaso for comprar pelo amazon, você pode comprar pelo link do blog.


    . 16 de jan de 2018 .







    Sejam bem vindos à bordo da Andarilha!
    Uma nave especializada em fazer furos, ou melhor, construir tuneis no espaço aberto. O nosso capitão é o Asbhy e a tripulação é uma mistura harmoniosa de humanos com outras raças alienígenas e claro, não podemos esquecer de Lovely, a IA (Inteligencia Artificial) que mantem todos a bordo bem informados.

    Becky Chambers e sua escrita

    Se você é daqueles que curte tecnologia e termos científicos, certamente vai se encantar com a riqueza de detalhes da Becky. Os detalhes são tão ricos, mas tão minunciosamente detalhados, que em alguns momentos até me cansaram um pouco, confesso.
    A autora - que é filha de cientistas espaciais - usa e abusa da criatividade e nos leva ao espaço - literalmente. Como eu mencionei acima, tudo é muito bem detalhado. No quesito apresentação dos personagens e nas suas relações com os colegas da Andarilha é ótimo, mas em alguns momentos a leitura fica um pouco arrastada (mas nada que te faça jogar a leitura no primeiro buraco negro que encontrar).

    A viagem é tão longa assim?

    Sim, pode apostar que é beeeeeeeem longa. Longa o bastante para você conhecer a fundo a história de cada um dos 9 tripulantes (contando com Lovely).Dá tempo até de você se afeiçoar por algum deles. Ou por todos. Ou por nenhum.
    E aí é que fica o impasse: muita gente torceu o bico para essa demora toda para chegar em Hedra Ka, o planeta hostil, em questão. A Andarilha é uma nave pacifica, que constrói túneis apenas. Hedra Ka é um planeta em guerra e que pode ser uma ameaça para todos e embora saiba disso, Asbhy aceita o trabalho pela boa remuneração (e talvez por acreditar que não correriam risco algum).
    E embora eu também tenha sentido falta desse climax, eu, euzinha aqui que aprendi a ver o lado bom de tudo, vi que mais importante do que um planeta em guerra e as batalhas que poderiam acontecer, é a convivência de seres tão diferentes, mas que de alguma maneira, são iguais a bordo da Andarilha. Cada um com seu drama, princípios, sonhos e desejos. Tão igual a gente aqui em solo firme, né? E esse foi um ponto muito forte do livro, que superou o cansaço e a falta de um desfecho com explosões no espaço.


    E aí, já fizeram as malas para embarcar nessa longa viagem?
    Esse foi o primeiro sci-fi que li e gostei bastante! Fico imaginando como seria a adaptação cinematográfica, caso fizessem algum dia.
    Mas, enquanto isso fica só na minha mente, vou compartilhar essa ilustração incrível que descobri lá no twitter. A Alê é ilustradora, aproveita para seguir ela lá no twitter e conheçam os outros trabalhos dela.
    @alePresser | alepresser.com
    Ficha técnica
    Título: A Longa Viagem a um Pequeno Planeta Hostil | Ano: 2017
    Páginas: 352 | Autora: Becky Chambers
    Editora: Darkside Books | ISBN: 8594540507
    Compre: Amazon | Saraiva

    Star Ranking:

    . 9 de jan de 2018 .






    Quando meu avô era vivo, eu passava todas as segundas feiras conversando com ele sobre o trabalho que ele mais amava fazer. Tirar fotos de cadáveres, era o que eu dizia. Meu avô era da policia cientifica e, basicamente, era ele um dos primeiros a chegar na cena do crime. Eu sempre fui muito curiosa e não vou negar que vi muitas fotos de gente morta, mas o que mais me assustava - além da brutalidade do crime em si - era como alguém podia ser capaz de matar a outra de maneiras tão cruéis. O meu vô nunca me deu explicações mais teóricas a respeito, só me dizia que o ser humano pode ser muito ruim quando ele quer.
    E foi aí que um dia eu li Mindhunter e finalmente me vi diante da explicação. John Douglas nos coloca dentro do FBI, dentro de sua mente de investigador e da mente do assassino. O lugar mais sombrio para se estar. De uma maneira muito realista, John nos conta sobre sua trajetória no FBI e sobre os casos que esteve envolvido, como o de Charles Manson e Ed Kemper (entre muitos outros muito conhecidos).

    O suspense

    O livro te prende a cada página. Num misto de relatos pessoais e nas transcrições das conversas com os presos mais sádicos e astutos, Mindhunter se torna uma leitura envolvente e impressionante. De alguma maneira, esse livro faz você começar a analisar o inimigo de uma maneira diferente. Claro que isso não os torna menos monstruosos (e você sabia que muitos assassinos possuem QI acima da media?), mas de repente você percebe que tudo tem uma razão, uma válvula de escape e uma consequência. Graças ao trabalho de John Douglas e de todos os agentes que se empenharam juntamente a ele, o FBI conseguiu mudar sua metodologia para caçar assassinos.

    E se você leu Mindhunter...

    Pouco tempo depois que terminei Mindhunter, estava vagando pelos canais da TV a cabo e me deparei com o filme "roubando vidas" estrelado por uma Angelina Jolie que ainda nem sonhava em se casar com Brad Pitt. No filme, Jolie interpreta a agente do FBI Illeana Scott, e ela faz exatamente o que John Douglas ensinava em suas palestras: ela levanta o perfil do assassino.
    O filme que é de 2004 e tem direção de D.J. Caruso, é um suspense digno de pipoca com coca-cola. Pode ser um pouco previsível em alguns pontos  (como a revelação da verdadeira identidade do assassino), mas garanto que o final é totalmente surpreendente.
    Confira o trailer:

    E eu ainda não assisti o seriado. Alguém me diz se é tão bom quanto o livro? Vou tentar assistir o quanto antes : ) 

    Ficha Técnica do Livro:
    Título: Mindhunter - O primeiro caçador de serial killers americano | Ano: 2017
    Páginas: 384 | Autor: John Douglas e Mark Olshaker
    Editora: Intrínsica | ISBN: 8551001736
    Compre: Amazon | Saraiva
    Star Ranking:


    . 2 de jan de 2018 .



    Aqui estou eu para finalmente falar da minha queridinha do momento: a serie Máquina Mortífera. Era pra eu ter escrito esse post em 2017? Era sim. Não escrevi por falta de inspiração tempo mesmo. Faz muito tempo, desde a primeira temporada de Once Upon a Time que eu não me apaixono por uma serie e seus personagens, então eu queria escrever decentemente sobre ela.

    O ano de 2017 se foi e com ele eu despachei alguns sentimentos deprê que me impediam de me dedicar como eu queria a esse blog. Pode ser (porque isso acontece na vida dos adultos, certo?) que eu suma sim, mas com certeza não vai ser porque eu desisti.

    Mas vamos ao que interessa? Se você ainda não conhece a serie, vou te dar três (poderia ser bem mais) razões para dar uma chance para ela. Máquina Mortífera conta a história do detetive Martin Riggs que foi transferido para o Departamento de Policia de Los Angeles após perder a esposa grávida em um acidente de carro. Seu novo parceiro, Roger Murtaugh (para mim, o eterno senhor Kyle!) é totalmente o oposto de Riggs. Juntos, irão combater o crime em Los Angeles e irão aprender muito um com o outro. Aproveita que a Globo (por um milagre) renovou e vai transmitir a segunda temporada e ela começa dia 05. Dá tempo de maratonar e assistir os 18 capítulos, se você correr!

    Vamos as três razões?
    via GIPHY

    1▸ A Serie tem dose certa de humor, drama e ação 

    Baseada no filme que foi famosão em 1987 (minha mãe nem sonhava em me ter, nessa época), eu admito que nunca assisti o filme, por isso não sei dizer se o Mel Gibson é um Riggs tão carismático como Clayne Crawford é no seriado. Talvez eu assista o filme algum dia só para fazer uma comparação. Mas, falando da serie, o enredo tem a dose certa de ação, comédia e drama, então dá pra agradar a maior parte do público. Para os corações mais chorosos como o meu, é quase impossível não ficar com os olhos úmidos sempre que vemos Martin Riggs lutando contra seus demônios internos e o luto.

    2▸ Os personagens não são massantes

    Sabe aquele personagem chatão que você já não aguenta mais ver? Pois não se preocupe, que isso não vai acontecer nessa serie. Martin Riggs (Clayne Crawford) é o detetive não tenho mais nada a perder e seu comportamento meio suicida deixa Roger Murtaugh (Damon Wayans) prestes a ter um novo infarto. Ambos são o oposto um do outro e é exatamente isso que faz a dupla funcionar. Um quer morrer e o outro quer mais do que tudo, continuar vivo. Pode ser clichê, mas garanto para você que isso funciona. E todos os demais personagens não ficam de fora. Cada um tem uma personalidade distinta, não ficando nas sombras da dupla protagonista.  

    3▸ A trilha sonora é perfeita

    Se tem uma coisa que completa um filme ou serie, é a trilha sonora. É tipo a Coca-cola perfeita para a pizza. Conheci bandas incríveis através da serie e isso é uma das coisas que mais gosto. Ouçam a instrumental This Will Destroy You da banda The Mighty Rio Grande (Essa é a música que toca quando Riggs recebe a notícia do falecimento de sua esposa e filho). Também tem The Lumineers, Royal Deluxe (conheçam essa banda, por favor. O melhor rock que eu já ouvi)

    E aí, já se convenceram?
    A Globo passará a exibir a segunda temporada dia 05, sexta feira. Mas quem puder e quiser, a serie também é transmitida pela Warner toda terça às 22h30.
    Se você acha que existe serie melhor, por favor, pode me indicar. Eu amo Máquina Mortífera, mas sempre tem lugar para mais um no meu coraçãozinho!

    Beijos e até a próxima!

    via GIPHY